Seja em uma obra do zero ou uma reforma, considerando situações atuais, os preços dos materiais podem representar um ponto de dificuldade planejamento financeiro da obra. Economizar é muito bom. Mas, a economia precisa ser inteligente, nas fases certas e, o principal, essa redução de investimento não pode ser motivo de problemas futuros.

 

É importante lembrar que não economizar em alguns pontos não significa pagar mais caro, significa qualidade, segurança, e conforto no final da obra.

É importante lembrar que não economizar em alguns pontos não significa pagar mais caro, significa qualidade, segurança, e conforto no final da obra.

 

Onde não economizar

Alguns detalhes não devem ser deixados de lado em uma obra. A economia inteligente evita com que você precise refazer o trabalho todo. Mas, para ficar fácil de se entender, listamos algumas dicas do que não economizar em uma obra:

Projeto: é necessário que seja bem elaborado, escrito, desenhado e rico em detalhes. É fundamental para te proteger das surpresas que podem aparecer na obra. É importante que no projeto estejam detalhados os materiais, quantidades e previsão de término do projeto.

Um bom projeto lhe dará segurança e menos dor de cabeça. Não é interessante economizar nessa primeira etapa, pois é ela que vai ditar os acontecimentos da obra.

 

Mão de obra: procure contratar um profissional para cada área. Os eletricistas são diferentes de pedreiros, por exemplo. Buscar um profissional de confiança evita serviços mal feitos, as famosas “gambiarras” e até acidentes futuros.

 

Materiais básicos da construção: cimento, areia, pedra, argamassa… Estes produtos também podem afetar a sua obra. É possível encontrar produtos com custos baixos, mas é necessário ter cuidado, economizar no preço. Às vezes é abrir mão da qualidade. O resultado final da obra depende desses materiais.
 

Acabamento: começando pela pintura, as tintas precisam ser adequadas às áreas da casa, como banheiro, por exemplo. Economizar no acabamento também prejudica o resultado da obra, pois são visíveis, e qualquer erro se torna um grande problema. Confira alguns produtos que merecem atenção:

Portas e rodapés: é ideal que seja escolhido o kit de porta pronta, pois é de fácil instalação e não faz bagunça. A pintura e acabamento desse tipo de produto é industrial, proporciona conforto acústico, e são qualidade, com muita qualidade empregada. Já existem rodapés à prova d’água, por exemplo. Então, opte por eles. Combinar o acabamento da porta com o rodapé torna o ambiente despojado e elegante.

Papel de parede: consulte o seu profissional de decoração (arquitetos, designers)... E se este produto estiver no planejamento, escolha um que seja homologado e certificado. No mercado, já existem produtos impressos em tecnologia HD, de alta qualidade, que não ficam com cheiro de tinta, não propagam chamas em caso de incêndio, não desbotam e são fáceis de limpar.

Revestimentos: os revestimentos são ligados à segurança, beleza e comodidade. Nesse ponto, é interessante se basear em duas situações: qual é o local que o revestimento será usado, e quem frequentará esse espaço. Revestimentos de qualidade evitam manutenções posteriores, desde banheiro até a sala de estar. Escolha o que mais combina com você.

 

Dicas Pormade

A Pormade possui a tecnologia para fabricar componentes em PVC Wood, um composto de madeira com PVC, e que resulta em um produto totalmente à prova d'água, não propaga chamas e resistente a fungos, bactérias e cupins. Os nossos batentes, alizares e rodapés são feitos com esse material, tornando a melhor opção do mercado pois os as peças que estão em contato com a altos índices de umidade precisam desempenhar perfeitamente nessas condições. Por isso os nossos produtos não vão inchar e nem empenar.

A folha da porta é feita em madeira. O núcleo da porta tem um papel muito importante no conforto acústico e na resistência da folha da porta. O mais indicado é o enchimento sólido, em bondoor. Ele garante a planicidade perfeita da chapa evitando as famosas “costelas” que aparecem com o tempo caso o núcleo seja feito com sarrafos.

Para melhorar a resistência à umidade, as laterais, a cabeceira e a soleira recebem um recobrimento com fitas de PVC, com a mesma cor da porta.

São diferenciais como esses que devem estar presentes em sua obra. Que tal evitar problemas futuros?! Consulte a Pormade para facilitar as suas escolhas e evite dores de cabeça.

 

Conclusão

Não economize na qualidade dos produtos da sua obra. Invista desde os tijolos ao papel de parede da sua sala de estar. Produtos de baixa qualidade irão precisar de uma nova obra quando derem problema. Logo, o preço da sua obra vai aumentar. Por isso, planeje tudo apenas uma vez e sempre pensando em soluções inteligentes que vão descomplicar a sua obra!